14°C 25°C
São Paulo, SP
Publicidade

Governador Carlos Brandão visa firmar termo de protocolo com o Panamá, durante viagem institucional

Essas tratativas representam redução de custos pela proximidade com o Caribe, o que potencializa um escoamento eficiente de mercadorias do Maranhão.

10/07/2024 às 17h48
Por: Carlos Leen
Compartilhe:
Governador Carlos Brandão visa firmar termo de protocolo com o Panamá, durante viagem institucional (Foto: Divulgação)
Governador Carlos Brandão visa firmar termo de protocolo com o Panamá, durante viagem institucional (Foto: Divulgação)

O governador Carlos Brandão, junto com o presidente da Emap, Gilberto Lins, realiza viagem para o Panamá, em missão oficial, entre os dias 9 e 12 de julho.

 como Tegram, Suzano, Santos Brasil, COPI, Transpetro e Vale são algumas das principais usuárias das instalações portuárias.

Berços públicos de grãos mais produtivos do país

Com nove berços de atracação, o Porto pode receber simultaneamente várias embarcações de grande porte, reduzindo o tempo de espera para atracação e os custos operacionais para os transportadores. Em 2023, os berços 100 e 103 operaram mais de 15 milhões de toneladas de soja e milho e foram reconhecidos como os berços públicos de grãos mais produtivos do Brasil.

O Itaqui está integrado a uma rede de transporte multimodal, incluindo três ferrovias (Norte-Sul, Transnordestina e Carajás) e rodovias, o que facilita o escoamento das cargas para outras regiões do Brasil e para o exterior. Essa conectividade é um grande diferencial para quem busca eficiência logística.

Canal do Panamá

O Panamá é a segunda maior economia da América Central e liga à do Sul. Inaugurado em 15 de agosto de 1914, o Canal do Panamá, uma reconhecida proeza de engenharia, corta o centro do país, ligando os oceanos Atlântico e Pacífico, o que proporciona importante rota de navegação, suportando mais de 140 rotas comerciais e interligando aproximadamente 80 países.

Com 77 quilômetros de extensão, o canal movimenta por ano cerca de US$ 270 bilhões em mercadorias, recebendo por volta de 15 mil navios que representam 4% do comércio mundial.

Porto do Itaqui e o Canal do Panamá

A colaboração entre o Porto do Itaqui e o Canal do Panamá é reforçada pela construção de parcerias estratégicas com entidades brasileiras, como: a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil); o Porto de Suape e a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso. Essas parcerias buscam fomentar atividades comerciais conjuntas, intercâmbio de informações, estudos de mercado e modernização, fortalecendo ainda mais a relevância do Canal do Panamá no comércio global.

O início de tratativas para um possível acordo bilateral entre o Porto do Itaqui e o Canal do Panamá, abre novas possibilidades para o comércio internacional, beneficiando não apenas o Maranhão e o Brasil, mas também diversos mercados globais.

Agenda oficial

A agenda oficial do governador e do presidente da Emap incluem visita ao Canal do Panamá; reunião com a assessoria de Assuntos do Canal; recepção na Embaixada, com o presença do embaixador do Brasil no Panamá, Carlos Henrique de Abreu; e encontro com o ministro de Assuntos do Canal, José Ramón Icaza.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários