16°C 26°C
São Paulo, SP
Publicidade

MPMA pede condenação do prefeito Assis por improbidade administrativa

Se for condenado, o prefeito estará sujeito à perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio e também da função pública.

02/05/2024 às 14h10 Atualizada em 15/05/2024 às 14h14
Por: Carlos Leen
Compartilhe:
 Se for condenado, o prefeito estará sujeito à perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio e também da função pública.
 Se for condenado, o prefeito estará sujeito à perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio e também da função pública.

Em Ação Civil Pública ajuizada em 29 de abril, o Ministério Público do Maranhão (MPMA) pediu a condenação do prefeito de Imperatriz, Francisco de Assis Andrade Ramos (mais conhecido como Assis Ramos), por improbidade administrativa.

Assinada pela titular da 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e das Ordens Tributária e Econômica da comarca, Glauce Mara Lima Malheiros, a manifestação foi motivada pela conduta ilegal do gestor municipal.

De acordo com o MPMA, Assis Ramos tem reiteradamente excedido o limite máximo de 54% da Receita Corrente Líquida (RCL) de despesas com pessoal, violando a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), de 4 de maio de 2000.

“Desde o último quadrimestre do ano de 2020, o Município de Imperatriz vem aumentando exponencialmente gastos com pessoal, violando de forma clara e reiterada diversos dispositivos da LRF, que estabelece contenção de gastos e proibição de adoção de medidas que impliquem no aumento de gastos com pessoal”, explica a promotora de justiça.

Na mesma data, a representante do MPMA também ingressou com ACP pedindo que a Prefeitura de Imperatriz apresente a lista das leis que tenham eventualmente criado cargos comissionados e a quantidades destes. Esta conduta do ente municipal afeta o montante de despesas com servidores.

OMISSÃO

Ao contrário do que determina a LRF, a Administração Municipal passou a admitir mais servidores comissionados e conceder aumentos indevidos, com propositura de nove leis de autoria do próprio Poder Executivo Municipal.

Na visão do Ministério Público, “o Município de Imperatriz vem agindo de forma irresponsável na condução de sua gestão fiscal, extrapolando sem nenhum receio seus gastos com pessoal”. Isto causa consequências como impossibilidade de receber transferências voluntárias, obter garantia de outros entes, contratar operações de crédito etc.

IMPROBIDADE

Na Ação, o MPMA requer a condenação de Assis Ramos nas sanções previstas no artigo 12, inciso II, da Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, devido à prática de ato que causou prejuízo ao erário.

 Se for condenado, o prefeito estará sujeito à perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio e também da função pública.

A lista de sanções inclui, ainda, suspensão dos direitos políticos até 12 anos, pagamento de multa no valor do dano, proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, por prazo não superior a 12 anos.

Redação: Adriano Rodrigues (CCOM-MPMA)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Governo do Maranhão e Suzano realizam primeira etapa de cirurgias oftalmológicas do programa “Minha Vista Meu Tesouro”
Governo MA Há 4 dias Em Geral

Governo do Maranhão e Suzano realizam primeira etapa de cirurgias oftalmológicas do programa “Minha Vista Meu Tesouro”

Foram atendidas em Imperatriz 33 pessoas de São Pedro da Água Branca, público-alvo das ações
Governo do Maranhão e AGEMSUL convocam para Orçamento Participativo 2024 em Imperatriz
Participação Social Há 2 semanas Em Geral

Governo do Maranhão e AGEMSUL convocam para Orçamento Participativo 2024 em Imperatriz

Nas audiências públicas de cada região, a população vai eleger quatro propostas, que já constam no Plano Plurianual (PPA 2024-2027) e que valem ser priorizadas já para o ano seguinte. Após a etapa presencial, haverá votação on-line na plataforma PARTICIPA MARANHÂO.
Ataques químicos: os agrotóxicos que caem do céu no Maranhão
Meio Ambiente Há 2 semanas Em Geral

Ataques químicos: os agrotóxicos que caem do céu no Maranhão

De acordo com um novo levantamento elaborado pela Rede de Agroecologia do Maranhão (Rama) e pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Maranhão (Fetaema), mais de 80 comunidades sofreram com os impactos socioambientais causados pelo lançamento de veneno entre janeiro e maio deste ano.
Imperatriz: Falta de estrutura no Hospital Municipal gera indignação
Saúde Pública Há 3 semanas Em Geral

Imperatriz: Falta de estrutura no Hospital Municipal gera indignação

Pacientes do Hospital Municipal de Imperatriz (Socorrão) denunciaram a precariedade das instalações da unidade de saúde. Imagens enviadas ao site de notícias “Imperatriz Online” revelam a sujeira e as péssimas condições das poltronas na sala de aplicação de medicações
São Paulo, SP
26°
Tempo limpo

Mín. 16° Máx. 26°

26° Sensação
4.63km/h Vento
39% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h47 Nascer do sol
05h28 Pôr do sol
Qua 28° 16°
Qui 28° 18°
Sex 28° 17°
Sáb 28° 18°
Dom 30° 20°
Atualizado às 15h06
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,44 +0,31%
Euro
R$ 5,84 +0,37%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,09%
Bitcoin
R$ 374,582,69 -2,36%
Ibovespa
119,630,44 pts 0.41%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade